Blog

Gravidez Tranquila

Você vai gerar uma nova vida.   Cuide-se!

 

Gravidez não é doença!
A gestante pode seguir vida normal, devendo apenas tomar alguns cuidados. Ela não poderá mais fumar, beber bebidas alcoólicas, deverá aprender a manejar melhor situações estressantes e nunca tomar um medicamento sem a orientação do médico.

A gestante deve ingerir somente alimentos de qualidade, evitando excessos, principalmente de açúcares, e controlar o peso (engordar de 9 a 13kg).

Pré-Natal

Para monitorar todas as mudanças no corpo da mãe, orientar e tomar providências para que o bebê se desenvolva bem, é imprescindível o acompanhamento por um médico obstetra desde o início da gravidez.

Entendendo as mudanças
Em geral o volume de sangue na gestante aumenta e ela passa a reter mais líquidos, o que pode provocar inchaço. A resistência dos vasos diminui para facilitar que o sangue chegue à nova vida. Isso pode diminuir um pouco a pressão arterial nos primeiros meses, dando a sensação de moleza. Quando a barriga cresce as alterações tornam-se mais notáveis. A pele precisa ser constantemente hidratada para evitar a formação de estrias. Conforme o útero aumenta, desloca os órgãos internos para novas posições.

Deslocando o estômago pode favorecer refluxo, deve-se então evitar deitar-se logo após comer. A digestão pode ficar um pouco mais lenta levando à constipação intestinal; comer mais fibras ajuda. Comprimindo a bexiga, aumentam as idas ao banheiro, que não devem ser postergadas. Também comprime a caixa torácica verticalmente, mas esta expande-se na horizontal, o que não prejudica a respiração, mas a modifica. A respiração também fica mais rápida para que possa dar conta da demanda de oxigênio. Esses fatores podem dar a sensação de falta de ar, queixa frequente nas mulheres no final da gravidez.

Prevenção de varizes

O uso de meias compressivas ajuda a evitar o inchaço e varizes.

Melhor posição para dormir

A partir do 7° mês pode ser mais confortável deitar-se sobre o lado esquerdo.

Postura

Exercícios aquáticos podem aliviar aquela dorzinha no final das costas.

Atividade física

São recomendados exercícios leves a moderados (30 min/dia), devendo ser evitados aqueles que ofereçam risco de queda ou trauma abdominal.

Sexo
A atividade sexual pode ser mantida sem medo até o final da gravidez.
junho 7, 2017 Dicas